MARKETING MULTINÍVEL

Por: Marcos Gonçalves | 4 maio 2016 | 12:08 pm
MARKETING MULTINÍVEL UMA SAIDA INTELIGENTE EM ÉPOCA DE CRISE?
Foto:

MARKETING MULTINjornalÍVEL UMA SAÍDA INTELIGENTE EM ÉPOCA DE CRISE?

 

São Paulo, hoje em meio a crise que se desenvolveu no país, não é difícil você ver algum tipo de representante de uma marca ou produto, o antigo vendedor de Porta em Porta, retorna com força total.

O funcionamento deste estilo de comercio se dá quando algumas empresas trabalham no sistema de repasse. O repasse funciona da seguinte maneira, a produção é direcionada para vendedores diretos, que levam ao conhecimento e a distribuição ao cliente final, sem atravessadores, ou terceiros.

O exemplo fabricante de perfumes e produtos de beleza. Em 2011, segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas), as vendas diretas atingiram um patamar da ordem de 50 Bilhões de Reais, equivalentes a 0,75% do BIP (Produto Interno Bruto). Neste ano mais de 4 (quatro) Milhões  de brasileiros estavam cadastrados como vendedores.

 

O Marketing Multinível é o mesmo que a Pirâmide?

 

Marketing Multinível, é o modelo de venda direta, onde inclui o recrutamento indireto de novos representantes, vendedores onde a proposta inicial não é somente comissões sobre as vendas, mas a efetiva participação nos lucros. Algumas marcas e produtos adotam o fator gestor de novos recrutados onde, o cliente passa a ser um representante, treinado e capacitado para cada público alvo de sua área de atuação, e o gestor destes novos representantes passam a obter participações nestas novas vendas, classificados, por exemplo, como: Prata, ouro, Diamante […], com o objetivo final de tornar-se um líder onde sua renda passa a serem constantes em sua vida à medida que novos vendedores formem novas equipes a partir dele.

O sistema Pirâmide; Este de cunho ilegal. Funciona de forma restritiva, pois, funciona junto aos indivíduos que formam esta Pirâmide, onde o valor a receita aplicada são de recursos internos. Segundo o Professor Silvio Laban, coordenador do curso de MBA do Insper e Professor de Marketing.

 De acordo com informações da (A.B.E.V.D), Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, a pirâmide também não fornece treinamentos, não há continuidade em seus processos. Já na venda direta, paga-se de forma correta os impostos e seus representantes tem treinamento e workshops constantes para aperfeiçoamento, e sua participação nos lucros são proporcionais aos seus esforços e metas atingidas.

Esta modalidade de venda trouxe novamente a possibilidade de se sair da crise.

A seguir historias de sucesso em meio a esta crise que esta até gerando novos ricos em tempos de crise.

Veja também

Sobre

Marco A. Gonçalves, Jornalista, Fotógrafo, Educador Social e Professor. Formado em Marketing com Pós-Graduação em estratégias de Marketing, realiza trabalhos dentro das periferias visando a integração do ser humano na sociedade. Tem seus trabalhos publicados em diversas mídias bem como Jornais de grande circulação.

Publicidade