Confira o Top 10 das campanhas políticas mais inusitadas assinadas por celebridades

Por: Herbert Melo | 27 março 2016 | 11:09 pm
Não são raros os casos de jogadores de futebol, atletas, cantores, atores e outros artistas que entram para o mundo da política no Brasil. Muitos acabam ocupando cargos de vereadores e deputados, conquistando uma votação expressiva nas eleições. Mas, na hora de trabalhar, parece que essas celebridades acabam passando vergonha, lançando propostas e campanhas realmente bizarras.
Foto:
Câmara dos Deputados

1 – O vereador e cantor Agnaldo Timóteo (PR) parece ser muito fã do falecido astro Michael Jackson. Timóteo assinou uma campanha e enviou carta ao ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, pedindo que o nome do Parque Ibirapuera fosse mudado para Parque Michael Jackson. Além disso, o vereador também sugeriu a nomeação e criação da Sala São Paulo-Michael Jackson e da praça Michael Jackson. 2 – Em outubro de 2007, o então deputado federal Clodovil, que era um famoso estilista e apresentador do Brasil, criou um projeto para trocar o ramo de fumo pela cana-de-açúcar no símbolo das Armas Nacionais. 3 – Em novembro de 2008, Clodovil também sugeriu a proibição de imagens e notícias violentas na TV nos horários das refeições. 4 – O cantor e então deputado federal Moacir Franco também já teve propostas malucas. Ele queria limitar a reprodução de músicas estrangeiras nas rádios do Brasil. 5 – Moacir Franco também propôs um concurso para a escolha do Hino Oficial do Congresso Nacional. 6 – Em novembro de 2007, Clodovil assinou um projeto para tornar obrigatório o exame de próstata para os trabalhadores do sexo masculino com mais de 40 anos de idade. 7 – O ator Wagner Montes propôs à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro um projeto para criar o Dia do Funk. 8 – Agnaldo Timóteo propôs a criação de um dia festivo em São Paulo: o Dia do Pau-de-Arara. 9 – O ator Wagner Montes também assinou um projeto para criar uma lei para limitar a altura mínima dos policiais militares do Rio de Janeiro. 10 – O cantor Frank Aguiar apresentou um projeto para acabar com a proibição de showmícios durante campanhas políticas.

Veja também

Sobre

Prof. Herbert Melo
Formado em Radiologia Médica, Bacharel em Administração de Empresas, pós-graduado em Administração e Gestão do Esporte, Acadêmico de Direito, foi coordenador de pós-graduação de gestão da Educação e Esporte, além de Diretor executivo do Instituto Brasileiro de Ciência de Governo - IBCG.

www.fb.com/HerbertMeloSP

www.instagram.com/HerbertMeloSP

SNAP: HerbertMelo_SP

Publicidade